domingo, junho 22, 2008

Canjica! Canjica!

Olá Ninas,

Estive ausente, mas agora de férias da faculdade vou poder estar mais presente. E aproveito esse meu retorno para vos mostrar uma deliciosa receita que cá no Brasil costumamos fazer principalmente no mês de junho e julho.

“Junho, tempo de arrasta-pé, fogueira, fogos, bandeirinhas coloridas, requer mesa farta e comida típica. As festas juninas têm peculiaridades regionais, embora em todo o Brasil o clima caipira, seja nas cidades ou no interior, a todos contagia. De origem européia, nos nossos ´arraiás´ a comida é bem brasileira. O São João foi trazido pelos colonizadores portugueses e ganhou roupagem tropical.

A herança ibérica, indígena e africana, aliada ao tempero brasileiro, resultou em um delicioso ´coquetel cultural´ e se transformou num belo espetáculo de ritmos, cores e sabores, fazendo a alegria de crianças e adultos.

O milho é o principal ingrediente da culinária junina. Canjica, pamonha, munguzá, bolo de carimã e cuscuz, além das espigas de milho assadas ou cozidas, não podem faltar em todo ´arrasta-pé´ que se preze.

A tradição de comer milho e seus derivados vem da própria origem das noites juninas, quando se comemorava, nas festas pagãs européias, a colheita dessa cultura."

E hoje, eu trago para vocês a deliciosa Canjica, que eu fiz juntando para além do milho, leite, leite condensado, leite de coco, canela em lascas e uma pitadinha de sal. Vocês não fazem idéia de como ficou gostoso.


Ingredientes:

500g de milho branco
2 ½ litros de leite
200 ml (1 vidro) de leite de coco
1 lata de leite condensado
1 colher de margarina sem sal
1 pitadinha de sal

Preparo:

Deixar o milho de molho de um dia para o outro.
Cozer o milho na panela de pressão por mais ou menos 1 hora e meia, ou até que fique macio.
Desprezar a água do milho e depois acrescentar a margarina, o leite, o leite de coco, o leite condensado, uma pitadinha de sal e a canela em pau (lascas) à gosto.
Deixar cozer em fogo brando e sem pressão por mais ou menos 2 horas (isso se quiser que o caldo da canjica fique grosso) caso contrário pode deixar menos tempo.
A canjica pode ser saboreada quente ou fria, com ou sem canela em pó, de todo jeito ela fica deliciosa.

Ingredientes que podem ser acrescentados:

Pode-se acrescentar amendoim ou côco ralado – acrescenta-se no cozimento sem pressão, ou depois de pronto.

Boas FESTAS!

9 comentários:

Myrian disse...

Cris..quanto frio que está fazendo, não é ?
Boa idéia, Cris, nao só pela canjica, mas pela bela idéia de um futuro post.
Camilo chega do Rio amanhã e vou recebê-lo com uma bela canjica temperada com paçoquinha.
Ah.. como é bom fica em casa.
Bjs

Shéll disse...

Olá..
Vim conhecer seu cantinho, seus trabalhos são lindos parabéns.
BJ, Shéll

Marta Macedo disse...

Oi

Passa lá no meu cantinho, tenho uma supresa para ti!!!

Beijocas

Clemilde disse...

Oi amiga!
Essa canjica é tudo de bom. Também já fiz esse ano.

Fazia tempo que não visitava vocês. Vi muita novidade aqui. Tudo muito lindo!

Beijos.

Vomarlene e Amigas Arteiras disse...

Amiga, o Blog das Amigas Arteiras, do Grupo VoeAmigasArteiras, está oferecendo um prêmio por excelência em artesanatos dos Blogs das Amigas abaixo relacionadas, apareça lá e pegue o seu, e não esqueça de deixar um comentário.... Bjinhos
Annette
Cris Uchoas
Kelly Oliver
Lu Mello
Mariartes
Marlene MG
Nany
Sandra Coatti
Silvana

Gezinha® disse...

Tenha uma semana iluminada.
Abraços
Gezinha

Gezinha® disse...

Estou organizando uma nova troquinha agora sobre o tema MAR.
http://cantinhodetrocas.blogspot.com/
Venha participar os prazos são bem longos
Se puder me ajudar a divulgar agradeço desde já.
Abraços
Gezinha

roseli disse...

oi Cris,vim conhecer seu cantinho e amei,parece que você gosta de culinária como eu.Sou Catarinense mas moro em Goiás e sempre que vejo alguém comentar sobre a região sul me emociona muito que bom que você gostou de lá.

Francisco Castro disse...

Olá, gostei muito do seu blog.

Parabéns!

Um abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...